Redevet pino intromedular femurA fratura de fêmur é afecção frequente em cães, representando 20 a 25% de todas as fraturas e 45% das fraturas dos ossos longos.
A técnica de redução de fraturas por pinos intramedulares visa uma estabilização que permita o rápido retorno ao apoio normal do membro afetado, principalmente em animais que apresentam maior risco de anquilose articular, desmineralização e instalação da doença do animal fraturado.

Os ramos principais das artérias metafísárias ascendente e descendente são destruídos quando da introdução dos pinos, mas a regeneração é rápida desde que haja espaço no canal medular, pois a revascularização endosteal não ocorre nas áreas de contato entre o pino e o córtex medular.

Redevet- Pino Intramedular Fêmur

 

 

Redevet pino intromedular femur1

Incisão

Incisão lateral da pele.

Redevet pino intromedular femur2

Exposição fratura

Exposição do fêmur na região da fratura.

Redevet-pino-intromedular-femur3

Fio de aço e pino

Introdução de fio de aço nas extremidades opostas da fratura e introdução de pino de aço intramedular.

Redevet-pino-intromedular-femur4

Pino intramedular

Pino intramedular sendo colocado em posição para a fixação do foco de fratura.

Redevet-pino-intromedular-femur5

Fixação interna

Redução da fratura com fixação interna com pino de aço para posterior ajuste da cerclagem.

Redevet-pino-intromedular-femur6

Cerclagem

Cerclagem ajustada com o fêmur no seu eixo.

Redevet-pino-intromedular-femur7

Sutura

Fascia suturada.

Redevet-pino-intromedular-femur8

Sutura

Pele suturada.